O número de carros elétricos no mundo aumentou para dois milhões em 2016, de acordo com a última edição do Global EV Outlook da Agência Internacional de Energia. O relatório mostra que a China continuou como o maior mercado em 2016, com mais de 40% dos carros vendidos no mundo. Com mais de 200 milhões de veículos elétricos de duas rodas e 300 mil ônibus elétricos, o país asiático lidera na eletrificação do transporte. Ao lado dos Estados Unidos e Europa forma os três maiores mercados.

O relatório mostra que a implantação de veículos elétricos em um país pode ser rápida e dá como exemplo a Noruega, em que os veículos dessa categoria tiveram uma participação de mercado de 29% no ano passado, sendo o mais alto globalmente. Logo em seguida vem a Holanda, com 6,4% e a Suécia, com 3,4%. O mercado se mostra configurado para a transição da implantação inicial para a adoção do mercado em massa ao longo da próxima década.

Entretanto, as vendas representaram apenas 0,2% do total de veículos ligeiros de passageiros em circulação em 2016. Eles têm um longo caminho a percorrer antes de alcançar números capazes de contribuir significativamente para atingir metas de redução de emissões de gases de efeito estufa. Para contribuir com a meta de não deixar a temperatura ultrapassar 2º C até o final do século, o número de carros elétricos precisará chegar a 600 milhões até 2040, segundo as projeções da AIE.

Os principais centros urbanos geralmente conseguem maiores partes de mercado de EV em comparação com as médias nacionais. Paris ordenou que qualquer carro elétrico possa recarregar nas estações de reabastecimento do programa de compartilhamento de carros. Amsterdã oferece a instalação de pontos de cobrança em lugares de estacionamento público para pessoas que fazem um pedido, garantindo que a infraestrutura de cobrança seja instalada onde realmente é necessário. Já Londres incentiva a adoção dos elétricos.

A análise mostra que a aquisição da frota é importante e que as operadoras de frotas podem contribuir significativamente para a massificação, por possuírem bastante capilaridade. Sobre isso, as cidades americanas de Los Angeles, Seattle, São Francisco e Portland estão liderando uma parceria de mais de 30 cidades para comprar em massa de veículos elétricos para suas frotas públicas. O grupo está atualmente buscando comprar mais de 110 mil veículos um número significativo quando comparado aos 160 mil vendidos nos Estados Unidos em 2016.

Os membros da EVI também lançarão a campanha EV30 @ 30 durante a Oitava Reunião da CEM em 8 de junho em Pequim. A campanha estabelecerá um objetivo de aspiração coletiva para todos os membros da EVI de uma parcela de mercado de 30% para veículos elétricos no total de todos os automóveis de passageiros, veículos comerciais ligeiros, ônibus e caminhões até 2030. A campanha também aumentará o suporte para implantação acelerada de cobrança Infraestrutura, compromissos em compras de frotas e troca e replicação de melhores práticas para a promoção desses tipos de carros nas cidades.

 

Fonte: Canal Energia

Notícias

  • Aneel autoriza repasse de R$ 105 milhões da RGR para distribuidoras designadas 08/02/2018 14:45

    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o repasse de R$ 105,4 milhões do Fundo Reserva Global de Reversão (RGR), a título de empréstimo, às concessionárias designadas para a prestação do serviço público de distribuição de energia elétrica.Os valores vão beneficiar os consumidores atendidos pelas empresas Amazonas Energia D (R$ 44,3 milhões), Boa Vista Energia (R$ 23,7 milhões), Cepisa (R$ 9,3 milhões), Ceron (R$ 15,5 milhões) e CEA (R$ 12,4 milhões), segundo despacho publicado...

    Leia Mais...

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para abrir

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para fechar