O Seminário O futuro da relação: Meio Ambiente e Setor Elétrico, organizado pela Itaipu Binacional e o Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico (FMASE), acontecerá nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, em Foz do Iguaçu. A data e a programação do evento foram definidas durante a última reunião do conselho do FMASE, na última terça-feira, 4 de julho, na sede da Associação Brasileira de Carvão Mineral, em Criciúma (SC).

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Luiz Fernando Vianna, que integra o conselho do FMASE, expressa as pretensões do evento. “Nossa intenção é mostrar que é possível produzir energia elétrica de forma sustentável, trazendo uma contrapartida positiva ao meio ambiente. Será uma oportunidade de mostrarmos algumas ações que Itaipu vem desenvolvendo ao longo dos anos”, afirmou Vianna.

Para o presidente do FMASE, Enio Marcus Brandão Fonseca, o seminário vai apresentar os resultados do setor, sob aspectos socioambientais e tecnológicos. “Há várias contribuições que as empresas do setor elétrico dão ao Brasil, principalmente, no campo tecnológico”, complementa, citando o exemplo do Projeto Veículo Elétrico, de Itaipu e parceiros, que tem ajudado a difundir esta tecnologia no País.

Fonseca ainda explica que outro objetivo da iniciativa é revelar o tamanho do setor elétrico e a importância estratégica da área para o país. Segundo ele, atualmente, a hidroeletricidade é a base de geração predominante no Brasil: são 219 grandes barragens (101 GW) e 436 pequenas centrais hidrelétricas em operação (4,9 GW).

“O último balanço energético elaborado pela EPE em 2016 mostrou que a matriz elétrica é 75,5% proveniente de energias renováveis”, afirmou Fonseca. E concluiu: “Em relação à energia eólica, a capacidade instalada é de 10,92 GW em 440 parques geradores. A fonte solar fotovoltaica gera 20 GWh”.

Estima-se que a força de trabalho do setor elétrico nacional seja formada por 238 mil trabalhadores diretos, além de 464 mil indiretos. O departamento movimenta a economia com mais de R$ 200 bilhões por ano.

O seminário será dividido em duas partes. No primeiro dia, serão debatidos temas como gestão sustentável e tecnológica, os desafios do licenciamento ambiental e a matriz energética brasileira. A programação no segundo dia prevê uma visita à usina de Itaipu e aos projetos socioambientais mantidos pela empresa na região.

Durante o jantar de encerramento, será lançado o livro “O Setor Elétrico e o Meio Ambiente” (Adriana Coli – Consultora e Assessora Jurídica do FMASE). São esperados 250 participantes do setor e órgãos afins, como ANA, Aneel, IBAMA e EPE, entre outros.

 

Fonte: Canal Energia

Notícias

  • Aneel autoriza repasse de R$ 105 milhões da RGR para distribuidoras designadas 08/02/2018 14:45

    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o repasse de R$ 105,4 milhões do Fundo Reserva Global de Reversão (RGR), a título de empréstimo, às concessionárias designadas para a prestação do serviço público de distribuição de energia elétrica.Os valores vão beneficiar os consumidores atendidos pelas empresas Amazonas Energia D (R$ 44,3 milhões), Boa Vista Energia (R$ 23,7 milhões), Cepisa (R$ 9,3 milhões), Ceron (R$ 15,5 milhões) e CEA (R$ 12,4 milhões), segundo despacho publicado...

    Leia Mais...

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para abrir

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para fechar