A Eletrobras Distribuição Amazonas informou que na manhã desta quinta-feira, 11 de janeiro, foi deflagrada, em Manaus e Iranduba, a Operação Luz para Poucos, coordenada pela Delegacia Especializada em Combate a Furtos de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS) e Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), com o cumprimento de mandados de prisão, condução coercitiva e busca e apreensão.

Foram detidos 21 suspeitos acusados de operacionalizar esquema de fraude e furto de energia, bem como realizar serviços ilicitamente. Os suspeitos, em sua maioria, eram colaboradores terceirizados da distribuidora de energia, que agiam isoladamente e ou em quadrilha, sendo responsáveis por prejuízos à empresa e à sociedade estimados em R$ 30 milhões. Durante a operação, foi desarticulado um laboratório clandestino utilizado para fraudar medidores de energia elétrica, e apreendidos equipamentos em um almoxarifado clandestino.

O diretor-presidente da distribuidora, Tarcisio Rosa, reiterou o apoio da Eletrobras à ação da polícia. “Recebemos diariamente dezenas de denúncias de clientes, e a investigação dessas denúncias levou a realização dessa importante ação que combate a corrupção dentro e fora da empresa. É importante ressaltar que a grande maioria dos colaboradores atua de forma lícita e comprometida com resultados, sendo ainda mais importante identificar e punir aqueles que ajam de forma criminosa”.

Há anos a distribuidora vem agindo para reduzir perdas e fraudes de energia, intensificando inspeções de campo e o uso de tecnologia, entretanto, havia indícios de que os crimes eram praticados de forma articulada e somente com a investigação diligente da DEFCS e do DRCO da Polícia Civil foi possível identificar os suspeitos que atuavam dentro e fora da Empresa.

As investigações da Polícia continuam e tem o reiterado apoio da distribuidora para o combate ao furto de energia, que é crime, danifica a rede, os equipamentos e deixa a conta de todos mais cara. As ações podem ser acompanhadas no hotsite www.pegamal.com.br e as denúncias podem ser feitas sem a necessidade de identificação através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou ligação gratuita ao 0800 701 3001.

A Eletrobras destaca que o combate às perdas de energia só é possível com o envolvimento de toda a sociedade. O furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171.

 

Fonte: Canal Energia

Notícias

  • Eletrobras: Câmara dos Deputados protocola reclamação contra Justiça de PE no STF 16/01/2018 15:03

    A Câmara dos Deputados entrou com uma reclamação contra a decisão da Justiça Federal de Pernambuco que suspendeu os efeitos da Medida Provisória (MP) 814/17 proibindo medidas que visem a privatização da Eletrobras e de suas subsidiárias. A manifestação ocorreu na última segunda-feira, 15 de janeiro, junto ao  Supremo Tribunal Federal (STF).O setor jurídico da Câmara considera que houve uma intervenção indevida nas funções tanto do Executivo quanto do Legislativo, assim como uma decisão que só...

    Leia Mais...

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para abrir

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para fechar