Duas gigantes de energia aproveitaram o momento de fragilidade do mercado brasileiro para fechar importantes aquisições. A mais recente foi a China Three Gorges Corporation (CTG), que desembolsou US$ 1,2 bilhão para comprar os ativos da Duke Energy no Brasil, incluindo oito hidrelétricas e duas pequenas centraishidrelétricas nos Estados de São Paulo e Paraná. Juntas, têm potência de 2,27 mil megawatts (MW), o suficiente para abastecer 27 milhões de habitantes.

Em três anos, a elétrica CTG se transformou na maior geradora privada do País. Em junho, outra estatal chinesa, a State Grid, deu um lance de R$ 5,85 bilhões para comprar a fatia de 23% da Camargo Corrêa na CPFL. A State Grid poderá fazer um desembolso maior para comprar a participação de outros acionistas. Desde 2010 no País, a companhia já adquiriu o controle e participação de 14 empresas.

 

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo

Notícias

  • Aneel autoriza repasse de R$ 105 milhões da RGR para distribuidoras designadas 08/02/2018 14:45

    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o repasse de R$ 105,4 milhões do Fundo Reserva Global de Reversão (RGR), a título de empréstimo, às concessionárias designadas para a prestação do serviço público de distribuição de energia elétrica.Os valores vão beneficiar os consumidores atendidos pelas empresas Amazonas Energia D (R$ 44,3 milhões), Boa Vista Energia (R$ 23,7 milhões), Cepisa (R$ 9,3 milhões), Ceron (R$ 15,5 milhões) e CEA (R$ 12,4 milhões), segundo despacho publicado...

    Leia Mais...

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para abrir

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para fechar