A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou as distribuidoras a recolherem 20% dos recursos destinados aos programas de eficiência energética para financiamento do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica em 2017. O valor previsto no plano de aplicação de recursos do Procel para este ano é em torno de R$ 107,8 milhões, que serão depositados em duas parcelas.

A primeira parte deverá ser recolhida pelas empresas na conta do programa até o dia 10 de maio.  Ela se refere ao período compreendido entre 4 de maio de 2016 e 31 de março de 2017. O segundo depósito, relativo ao mês de abril desse ano, terá de ser feito até 10 de junho.

A destinação da parte dos recursos dos programas de eficiência energética do setor elétrico ao Procel  está prevista na Lei nº 13.280, de 2016. A lei prevê que  80% do valor aplicado pelas  concessionárias e permissionárias de distribuição de energia elétrica serão investidos em projetos definidos de acordo com as regras da Aneel e 20% irão para projetos e ações do Procel, que é administrado pela Eletrobras.

Anualmente, o Grupo Coordenador de Conservação de Energia Elétrica, composto por representantes de diversos órgãos do governo e da iniciativa privada, terá de apresentar o Plano de Aplicação dos Recursos do Procel. O PAR 2017 - primeiro apór a aprovação da lei - contempla nove projetos nas áreas de Educação, Marketing e Procel Informação, Programa Selo Procel , Procel Industria, Procel Edifica, Procel Reluz, Procel GEM e Procel Sanear.

 

Fonte: Canal Energia

Notícias

  • Aneel autoriza repasse de R$ 105 milhões da RGR para distribuidoras designadas 08/02/2018 14:45

    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o repasse de R$ 105,4 milhões do Fundo Reserva Global de Reversão (RGR), a título de empréstimo, às concessionárias designadas para a prestação do serviço público de distribuição de energia elétrica.Os valores vão beneficiar os consumidores atendidos pelas empresas Amazonas Energia D (R$ 44,3 milhões), Boa Vista Energia (R$ 23,7 milhões), Cepisa (R$ 9,3 milhões), Ceron (R$ 15,5 milhões) e CEA (R$ 12,4 milhões), segundo despacho publicado...

    Leia Mais...

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para abrir

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para fechar