A cerveja Budweiser, da Ambev, terá toda sua produção e distribuição no Brasil feita 100% com energia limpa até 2022. A Bud vai construir um parque eólico na Bahia com aproximadamente 1.600 hectares e potência superior a 80 MW. A expectativa é que ele fique pronto no início de 2022 e abasteça 100% das cinco cervejarias que produzem Budweiser no país. Com essa iniciativa, no total, 20 mil toneladas de dióxido de carbono deixarão de ser emitidas a cada ano. O valor é equivalente a retirada de circulação de 35 mil carros das ruas no mesmo período.

O anúncio do projeto do parque eólico, que será construído em parceria com a Casaforte Investimentos, é mais uma iniciativa da Cervejaria Ambev para atingir seus compromissos relacionado a ações climáticas. De acordo com Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da Ambev, o parque eólico é mais um passo da Cervejaria rumo à uma operação abastecida 100% com energia limpa. Ele espera que isso motive outras empresas e marcas a se engajarem. Bruna Buás, diretora de Marketing da Budweiser, lembra que a marca há mais de 140 anos é conhecida pelo seu pioneirismo e ser totalmente produzida e distribuída com energia limpa é uma novidade para o meio cervejeiro do país abre caminhos para um futuro melhor, mantendo sua essência.

O parque será construído em parceria com a Casaforte Investimentos. Ela é uma gestora de investimentos em private equity que atua desde 2009 no desenvolvimento, financiamento, implantação e operação de projetos de energia renovável no Brasil. Para Kristopher Dowlin, diretor e sócio responsável pela área de energia na Casaforte, a parceria com a Ambev proporciona uma economia relevante nas despesas de energia, alinhada aos compromissos com o meio ambiente e o desenvolvimento econômico. Segundo ele, as soluções customizadas de fornecimento de energia renovável da Casaforte são estruturadas em conjunto com os clientes. Além de serem totalmente sustentáveis, carregam tecnologia de ponta e têm preços muito competitivos.

Em 2018, a companhia se comprometeu a comprar 100% da eletricidade das suas operações a partir de fontes renováveis, além de reduzir 25% das emissões de carbono em toda a cadeia de valor, ambos até 2025. Para isso, a cervejaria vem realizando iniciativas pioneiras que diversificam sua matriz energética. Entre elas, está a parceria com a Volkswagen Caminhões & Ônibus para o primeiro caminhão 100% elétrico da América Latina, com zero emissão de CO2, NOX e microparticulados. Outro anúncio recente foi a construção de 31 usinas solares no país, com capacidade para abastecer todos os 94 centros de distribuição direta da companhia.

 

Fonte: Canal Energia.

Notícias

  • Budweiser vai construir parque eólico na Bahia 14/11/2019 12:13

    A cerveja Budweiser, da Ambev, terá toda sua produção e distribuição no Brasil feita 100% com energia limpa até 2022. A Bud vai construir um parque eólico na Bahia com aproximadamente 1.600 hectares e potência superior a 80 MW. A expectativa é que ele fique pronto no início de 2022 e abasteça 100% das cinco cervejarias que produzem Budweiser no país. Com essa iniciativa, no total, 20 mil toneladas de dióxido de carbono deixarão de ser emitidas a cada ano. O valor é equivalente a retirada de...

    Leia Mais...

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para abrir

mapa iconMAPA DO SITE - clique aqui para fechar